Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

o largo.

onde tudo acontece...


sobreprogramaçãoo que já tocou?

em direto estamos no ar... em emissões experimentais

18.05.20

Guimarães quer criar apoios à cultura

Plano prevê "mapeamento do setor" e "disponibilização digital de conteúdos".


por Bruno Micael Fernandes

Município de Guimarães Comunicação

A autarquia de Guimarães apresentou, em reunião de executivo, um plano de ação para a cultura que passa pelo apoio a artistas vimaranenses, além do mapeamento de toda a atividade cultural do concelho. "É importante que Guimarães continue a ter a Cultura no seu ADN e que os nossos artistas continuem a ter trabalho. É isso que este plano prevê no imediato", refere Adelina Pinto, vereadora da Cultura do munícipio, em comunicado. 

O primeiro passo do plano será o mapamento do setor da cultura em Guimarães, "incluindo todos os artistas, equipas técnicas, empresas e profissionais de indústrias criativas, com o objetivo de obter um conhecimento mais profundo e real do setor, das suas problemáticas e a adequação de futuras medidas". Esta medida, diz a autarquia, "abrirá oportunidades de colaboração entre áreas distintas", alicerçando a resposta a dar à crise provacada pela pandemia da COVID-19. 

Para além deste mapeamento, o município quer disponibilizar online espetáculos da sua agenda digital que já existem ou que venham a ser contratualizados a empresas locais: "Aproveitar-se-á a circunstância atual para captação de espetáculos em locais improváveis, dando um carácter diferenciador e promovendo a cidade juntamente com os seus artistas. Na plataforma estarão espetáculos, exposições, visitas guiadas, conteúdos exclusivos e “behind the scenes”, entre outros".

O plano inclui também uma "open call" para propostas de trabalho de comunidade e atividades culturais. Esta chamada é para propostas adaptadas "à situação atual" de confinamento, "com ideias diferenciadores (ex: espetáculos à janela; arte por correio; Sons da Cidade…). Serão priorizados projetos que valorizem a cocriação comunitária e os processos colaborativos de criação", refere a autarquia, destinando 50 mil euros para até 10 projetos selecionados.  

Quanto às atividades já programadas para o resto do ano, a câmara municipal garante que as mesmas "serão avaliadas perante a manutenção dos eventos e/ou a sua adequação às circunstâncias atuais". 

encontraste um erro? propõe uma correção ou, simplesmente, fala connosco:
redacao@olargo.pt
estamos no facebook e no twitter.
ouve o largo.fm e torna-te nosso patrono.

na rede...

informadouro _


toda a informação regional atualizada no canal Informadouro.

e&e _

comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.